Skip to content
Seu Melhor TCC

Referencial Teórico: O que é, como fazer, exemplos

Um trabalho de conclusão de curso é composto de diversos tópicos e entre eles o referencial teórico. Em suma, é o resumo de ideias levantadas por outros autores sobre a temática. Assim, serve como base de sua pesquisa.

Neste artigo você aprenderá o que é um referencial, como fazer e as normas ABNT. Desta forma, acabará com todas as dúvidas sobre o tema. Por fim, não cometerá erros durante a produção de seu trabalho.

O que é um Referencial Teórico

Um referencial teórico é um resumo de discussões de outros autores sobre determinado assunto. Em geral ele deve servir como embasamento para construção de seu artigo.

Os autores escolhidos para o referencial devem ter autoridade no assunto. Ou seja, com grandes pesquisas e descobertas na área. Assim, você poderá colher informações a serem apresentadas em seu TCC.

Para realizar o referencial é importante que consulte a obra desses autores. Por exemplo, livros e artigos. Por fim, deverá colher o ponto de vista e argumentos utilizados por eles.

Como fazer

Para construir o referencial teórico é preciso inicialmente listar todos os tópicos que abordará sobre o assunto. Em seguida, comece a pesquisar os autores que são referências neles.

Livros, produções audiovisuais e artigos são alguns dos materiais usados. Logo, leia os autores selecionados e anote as principais ideias que serviram como embasamento de seu trabalho.

Na construção do referencial, evite citar repetidamente um autor. Ou seja, vá mesclando as ideias principais de todos que serão citados ao longo de seu TCC. Desta forma, trará ainda mais credibilidade para sua pesquisa.

Referencial Teórico

Referencial Teórico nas normas ABNT

Como todas as partes de um TCC, o referencial teórico também deve seguir as normas da ABNT. Logo, há alguns pontos que merecem atenção para que esteja tudo dentro das regras.

É preciso que cada parágrafo possua ao menos dois pontos. Ou então, duas frases completas. Também evite finalizar com citação, o ideal é que desenvolva a ideia e faça uma explicação com base nela.

Evite o uso de materiais que não sejam paginados ou não possuam autores. Afinal, poderá discredibilizar seu trabalho. Desta forma, opte apenas por conteúdos completos.

Outro ponto de atenção é em relação as citações. Em resumo, há três tipos que podem ser usadas em seu trabalho. Portanto, a formatação delas também difere uma da outra.

  • Direta é aquela da qual você copia exatamente o texto do autor;
  • Indireta é quando você transcreve o texto original com suas palavras;
  • Citação de citação, ou apud, é quando você cita algo de um autor que encontrou no livro de outro.

Cada uma dessas citações possuem uma formatação diferente nas normas ABNT. Por exemplo:

  • Indireta segue a mesma formatação do texto;
  • Direta curta não pode ultrapassar três linhas e leva aspas;
  • Longa é quando tem quatro ou mais linhas. Inicia em um novo parágrafo, recuo de 4cm a esquerda, fonte 10 e espaçamento simples.

Referencial Teórico x Referencial bibliográfico

Há uma confusão entre referencial teórico e o bibliográfico. Mas já adiantamos que apesar dos nomes parecidos, as finalidades são diferentes. Inclusive, dentro do trabalho eles ocupam papeis distintos.

O teórico, como dito, é o embasamento do seu trabalho. Aliás, é um dos primeiros tópicos a ser descrito no TCC. Ou seja, é uma das obrigatoriedades da qual você descreve os pontos de estudo.

Na parte teórica há as citações que reforçam a credibilidade. Afinal, mostra que sua pesquisa é norteada por autores de renome no assunto. Além disso, já explica um pouco do que será tratado.

Já a referência bibliográfica é uma lista, do final do TCC, que consta todos os subsídios utilizados. Por exemplo, livros, sites, artigos, revistas, entre outras coisas. Porém, sempre seguindo as normas da ABNT.