Categorias
Regras ABNT

Lista de Figuras ABNT para TCC: O que diz a norma?

Lista de figuras ABNT para TCC: O que diz a norma? Saiba aqui todas as regras sobre o assunto. Continue lendo para não errar na construção do seu TCC.

Ao montar um trabalho acadêmico, é normal nos depararmos com várias dúvidas sobre as regras necessárias. Uma das dúvidas mais frequentes, é sobre como usar e como referenciar figuras no padrão ABNT. É importante salientar que a lista de figuras, ilustrações ou tabelas é um elemento pré-textual opcional, mas apesar de ser opcional é importante para o enriquecimento do seu trabalho acadêmico.

Primeiro de tudo, é importante saber quais elementos são considerados figuras, pois é muito comum que haja confusão. Segundo as normas da ABNT, para um elemento ser considerado figura ele deve ser:

  • Formado por linhas horizontais e verticais;
  • Fechado em suas bordas;
  • Referência de conteúdo qualitativo para o texto.

Isso definido, o autor deve fazer legendas para as imagens utilizadas e uma lista das figuras no formato ABNT. Para ajudar, fizemos uma lista com as formatações necessárias para as duas formas.

lista de figuras ABNT tcc

Formatação das legendas das imagens

Logo após inserir uma figura no texto, é necessário adicionar sua legenda no corpo do texto. Elas devem seguir uma formatação de acordo com as normas de como indicar figuras no modelo ABNT, que são as seguintes:

Acima da imagem

  • Tipo da imagem: se é um desenho, mapa, fotografia, etc.
  • Número: de acordo com a sua posição no corpo do texto
  • Título: do que se trata a figura
  • Fonte no tamanho 10

Abaixo da imagem

  • Fonte: de onde é a imagem
  • Data: de quando é a origem da imagem
  • Letra no tamanho 10
  • Espaçamento simples

Formatação da lista de figuras ABNT

Portanto, a partir de 10 imagens, o autor deve fazer uma lista de todas as figuras utilizadas no trabalho.  Essa lista deve ficar entre o resumo e o sumário e antes da introdução.

Veja também como fazer lista de tabelas.

Cada item da lista de figuras deve aparecer da seguinte forma: tipo da imagem, número, travessão e seu título. Portanto, muito parecido com a legenda que vai no topo da imagem. Além disso, é importante se atentar à formatação:

  • Fonte Arial
  • Título: negrito, maiúsculo, centralizado e com tamanho 14
  • Corpo do texto: tamanho 12
  • Espaçamento 1,5

Elaboramos também um exemplo para que você consiga realizar sua lista de figuras ABNT sem maiores problemas. Fique atento a todos os detalhes, desde o nome ao espaçamento!

Vídeo como formatar a sua lista

Exemplo de lista de figuras ABNT

lista de figuras TCC

Considerações Lista de Figuras ou Ilustrações

Elaborada de acordo com a ordem apresentada no texto, com cada item designado por seu nome específico, travessão, título e respectivo número da folha ou página. A expressão LISTA DE FIGURAS OU ILUSTRAÇÕES deve figurar de forma centralizada no alto da página em letras maiúsculas. Ao adicionar mais de um tipo de ilustração na lista, estes devem ser ordenados e apresentados separadamente, como observado na imagem ao lado. Quando necessário, recomenda-se a elaboração de lista própria para cada tipo de ilustração (desenhos, esquemas, fluxogramas, fotografias, gráficos, mapas, organogramas, plantas, retratos e outras).

lista de figuras abnt

Categorias
Trabalho

Modelos de resenhas: Tipos e exemplos

A resenha é um tipo de texto pessoal e opinativo onde será abordado algum acontecimento cultural. Seja este fato um filme, peças teatrais, livros, etc. Por isso, para facilitar a sua construção, trouxemos alguns modelos de resenhas.

Entretanto, mesmo acertando na criação do texto, é de extrema importância prestar atenção à gramática. Assim como, alcançar um poder de síntese indo direto ao cerne da questão.

Principais modelos de resenhas

Adiante iremos mostrar os modelos de resenhas mais comuns. Sendo eles utilizados tanto em meios acadêmicos, quanto em resenhas jornalísticas profissionais. Portanto, são eles:

Modelo de Resenha de obra

Este modelo diz respeito a clareza dos conceitos principais do autor. A base do referido resumo se dará o tom exato desta resenha. Muito utilizado no meio acadêmico ou nas escolas.Modelo

Modelo de Resenha Crítica/ Opinativa

Nesta resenha seu conteúdo é bem detalhado, havendo assim um julgamento de valor, da forma e do objeto. Existirá uma procura maior do detalhe da obra. A fim do autor da resenha se basear e justificar a sua crítica.

O crítico em questão, poderá utilizar os textos de outros autores, que escrevam sobre o mesmo tema. A partir daí o analista conseguirá argumentar de forma positiva ou negativa sobre o assunto em questão.

Por fim, daremos um exemplo acerca da resenha de um livro. Desse modo será necessário que siga os seguintes passos propostos:

  • Leitura do texto na íntegra. Inclusive, analisar outros textos complementares que fale sobre a obra;
  • Fazer o resumo da obra com seus principais tópicos;
  • Dentre as principais ideias, se aprofundar mais em alguma questão;
  • Manifestar uma opinião verdadeira (descritiva) ou de valor (crítica);
  • Preparar a resenha contendo identificação de ambos os autores (obra/resenha).

Modelo de Resenha Temática

Será abordado diversos textos e autores que falem sobre um mesmo assunto. O intuito é fazer um paralelo das ideias propostas, emitindo uma opinião com as devidas indicações.

Modelo de Resenha sobre filmes

Tem como objetivo analisar teoricamente a relação dos personagens com o roteiro. Geralmente é a resenha menos pedida na universidade.

modelos de resenhas

Como fazer a resenha de uma forma correta

Sempre tenha em mente que, para se fazer modelos de resenhas da forma correta, é preciso desenhar objetivamente sua síntese. Bem como, intercale os assuntos principais entre a descrição e o seu ponto de vista.

Além do que, preste atenção aos erros ortográficos e semânticos do texto. Pois, o propósito é trazer uma resenha coesa, definindo uma melhor exposição do assunto tratado. Finalmente, será imprescindível que o referido texto contenha:

  • Clareza de ideias;
  • Concisão, ou seja, texto mais resumido;
  • Impessoalidade;
  • Objetividade;
  • Precisão na linguagem;
  • Propriedade do vocabulário;
  • Simplicidade.

Outros atributos que faz diferença na hora de concluir a sua resenha, é o uso das seguintes características citadas abaixo. Como por exemplo:

Cientificidade

Será o uso obtido nos trabalhos acadêmicos. A sua principal característica está no fato de haver cunho científico para embasar a sua teoria. Faça conforme as exigências da impessoalidade e objetividade, sendo preciso nos argumentos e explicações.

Comunicar o essencial

Analise o texto de forma cirúrgica, contrapondo as partes mais importantes da obra. Porém, atenda as perspectivas do leitor, informando as bases primordiais da produção. Sejam elas artística, cientifica ou literária.

Neutralidade

O julgamento na resenha deve ser imparcial, seja contrapondo os aspectos positivos ou negativos do texto. Tenha cuidado para não usar de paixão extrema ou ódio exacerbado no texto ou autor investigado.

Passo a passo para edição da resenha

Como falamos mais acima, os modelos de resenhas se subdividem em crítica, descritiva e temática. Cada qual terão etapas a serem construídas, formando um conjunto para a sua finalização. Portanto, teremos os seguintes aspectos:

Resenha Acadêmica Crítica

Por aqui, será importante se guiar detalhadamente nestes oito passos. O intuito é alcançar o objetivo final desta resenha, entregando o resultado ao seu leitor. Dessa maneira, teremos:

1 – Identificação da obra com dados bibliográficos;

2 – Apresentação da obra, com a síntese completa do texto;

3 – Definição da estrutura, com o número de páginas, divisão dos capítulos ou seções;

4 – Descrição do conteúdo, com 3 a 5 parágrafos do resumo geral;

5 – Observação crítica, ou a sua análise da obra;

6 – Recomendação do texto para seu público-alvo;

7 – Identifique o escritor, contando sobre outras obras e sua vida;

8 – Assinatura e identificação do resenhista.

Resenha Descritiva

Quando falarmos na resenha descritiva, tenha em mente os mesmos passos anteriores, tirando apenas a etapa 5. Por apenas haver a necessidade da descrição do texto.

Resenha do tema

Objetivamente, a resenha temática será apresentada com dados principais do tema, e o porquê da escolha do conteúdo. Seus passos serão mais práticos e curtos, como:

1 – Indicação do tema, explicando o assunto proposto;

2 – Resumo geral do texto. Nesta etapa falar sobre o autor e explicação do mesmo sobre o tema;

3 – Conclusão, com a sua opinião sobre o assunto;

4 – Informação sobre as fontes, com bibliografia;

5 – Rubrica e identificação do resenhista.

Ainda em dúvida de como criar e delinear a sua resenha? Pensando nestes questionamentos, trouxemos de forma resumida o passo a passo delas.

Tamplate de resenha

Ainda em dúvida de como criar e delinear a sua resenha? Pensando nestes questionamentos, baixa aqui seu modelo de resenha pronta.

Como formatar sua resenha

Observe  as instruções para formatar a resenha de acordo com este padrão.

Quanto à formatação geral

O trabalho deve ser apresentado em

  • Tamanho A4;
  • Espaçamento1,5cm;
  • Fonte Arial, tamanho 11;
  • Texto justificado;
  • Tabulação de parágrafos em 1,25cm;
  • As margens devem ter: 2,5cm (superior), 2cm (inferior), 2cm (lateral esquerda) e 2cm (lateral direita);
  • Cabeçalho em 1cm e o rodapé em 0,5cm;
  • O título atribuído à resenha deve estar centralizado, em negrito, tamanho 12, com letras maiúsculas e não deve ultrapassar duas linhas;
  • Subtítulo, observar letras maiúsculas e minúsculas. Não se coloca ponto final em títulos;
  • Identificação de Autoria;
  • Instituição e e-mail: tamanho 10, em itálico e centralizado. Observar a inserção da numeração de página ao centro da página, empregando também a fonte Arial em tamanho 10, conforme este modelo;
  • Em sua extensão, a resenha completa não deve exceder 3 (três) páginas, podendo conter no mínimo 1 (uma) página.
Categorias
Dicas TCC

Errata ABNT para TCC: Como fazer conforme as normas

Aprenda como fazer a Errata ABNT para TCC. O que é, quais elementos deve conter e a formatação correta. Também veja exemplos que simplificam ainda.

Você sabe como proceder caso cometa algum erro durante o desenvolvimento do trabalho de conclusão de curso? Por exemplo, cometeu uma falha de digitação, formatação, de citação ou outra. Logo, use a Errata ABNT.

Este é um dos elementos menos comentados de um trabalho de conclusão de curso. Afinal, ninguém deseja cometer um erro durante o projeto tão importante quanto esse.

Neste artigo, entenda melhor o que é a errata e o que deve conter. Também veja os casos em que ela é utilizada e como fazer. Logo, aprenda a formatação ideal. E para não restar dúvidas, apresentamos alguns exemplos.

O que é errata ABNT?

A Errata ABNT é um tópico do TCC, opcional, que deve ser indicado os erros encontrados no trabalho. Logo, deve seguir a formatação ABNT e apresentar o erro e a forma correta.

Em geral, ele deve ser apresentado após a folha de rosto, em um papel A4 e avulso. Afinal, se você utiliza a errata quer dizer que a impressão final está pronta e não foi alterada.

O que deve conter na errata?

A princípio a Errata ABNT tem informações básicas que devem ser apresentadas. Assim sendo:

  • Nome do autor do TCC;
  • Título do trabalho de conclusão;
  • Subtítulo, caso tenha;
  • Tipo de trabalho;
  • Objetivo;
  • Instituição;
  • Área de concentração;
  • Data de aprovação.

Pode ser que seu orientador peça para suprimir alguns desses itens. Ou ainda, que o manual oficial da sua instituição apresente uma forma resumida. Logo, indicamos sempre que os alunos sigam o que é proposto pela sua universidade.

Errata ABNT para TCC

Quando deve ser feita a errata ABNT? Onde deve ser inserida?

A Errata ABNT deve ser feita sempre que houver um erro no trabalho de conclusão de curso. Entretanto, deve ser quando não há possibilidade de arrumá-lo na versão final.

Por exemplo, você já realizou a impressão final e tem apenas uma citação ou palavra errada. Assim, uma forma mais fácil ao invés de reimprimir é fazer a errata e adicioná-la no documento final.

Em geral, a errata é um documento a parte entregue com o trabalho. Ou seja, uma folha avulsa de A4, com a formatação ABNT, inserida após a folha de rosto. Também não precisa conter numeração, mas faz parte de seu trabalho final.

Para entregá-la, o recomendado é que seja no dia da apresentação do trabalho. Desta forma, indica-se que você faça uma versão extra para cada membro da banca examinadora. Logo, entregue antes mesmo de começar sua explanação.

Qual a formatação?

Como a Errata ABNT também é uma parte do TCC ela deve conter a formatação correta. Sendo assim, será preciso:

  • Escreva errata centralizado e em negrito. A fonte é times new roman, tamanho 12;
  • Após escrever aperte a tecla entre três vezes, para o espaçamento necessário;
  • Depois coloque em justificar e faça a citação completa do trabalho;
  • Em seguida, crie uma tabela, com os itens centralizados, bem como o conteúdo das linhas seguintes.

Exemplos de errata ABNT

Veja abaixo alguns exemplos de errata para facilitar seu entendimento.

  • SILVA, M. R. de Ciências Contábeis. 2009. 78f. Trabalho de Conclusão (Bacharelado em Ciências Contábeis) – Faculdade Católica do Tocantins, 2011.
Folha Linha Onde se lê Leia-se
82 20 Pressupostos Pressupondo-se
15 42 Interpretação dos resultados Apresentação dos resultados
74 1 Instrumentos Instrumento

 

  • FERO, Maurício Gomes. Comportamento de jovens da comunidade Santa Marta em rolezinhos de shopping: um estudo antropológico, 2015. 150f. Dissertação. Programa pós-graduação em ciências sociais, Universidade Livre Fluminense, Rio de Janeiro, 2015.
Folha Linha Onde se lê Leia-se
25 10 Auto-retrato Autorretrato
57 15 Concerto Conserto
92 17 Maria Violante Maria Telma
102 13 57.000.320 57.050.325

Assim, com os exemplos acima é possível compreender a melhor forma de apresentar sua errata. A princípio, o número de linhas varia de acordo com os erros que possuir seu documento.

Entretanto, o ideal é que seu trabalho de conclusão de curso não apresente erratas. Logo, reserve um bom tempo apenas para revisão. Assim poderá certificar-se que está entregando tudo com a melhor qualidade possível.

Também conte com o auxílio de seu orientador. Portanto, durante todo o processo, peça que ele faça revisões para evitar problemas na entrega final. Em resumo, mantenha sempre sua atenção em todo o período de produção

Categorias
Regras ABNT

Fichamento acadêmico: o que é, tipos

Um dos primeiros passos para realizar um trabalho universitário é o fichamento acadêmico. Assim, muitas pessoas acabam ficando com dúvida de como realizá-lo. Ou ainda, sobre o que seria essa etapa.

Neste artigo aprenda o que é fichamento e como fazê-lo. Também conheça todos os tipos existentes e as regras estabelecidas nas normas ABNT. Certamente facilitará sua produção.

O que é um fichamento acadêmico

O fichamento acadêmico nada mais é do que um resumo das ideias lidas em um texto. Em geral, ele é feito para servir de embasamento para suas produções acadêmicas. Seja um trabalho de pesquisa ou de conclusão de curso.

Você deve anotar citações ou seu entendimento de partes importantes do conteúdo lido. Assim, usará suas anotações como consulta no momento da escrita ou de estudo.

Como fazer

Não há segredos para fazer um fichamento acadêmico. A princípio você deve ter bem definido qual seu objetivo. Por exemplo, recolher citações, responder um questionário, ou produzir uma resenha.

Saber qual seu objetivo vai ajudá-lo no processo. Afinal, se você deseja citações, basta durante a leitura anotar as que forem mais relevantes. Entretanto, se for para responder um questionário, fique com ele ao seu lado durante o estudo.

Em resumo, um fichamento consiste em ler um determinado material e realizar anotações. Seja citações, trechos completos ou anotações de reflexões. Com a finalidade de servir como embasamento teórico.

fichamento acadêmico

Tipos de fichamento acadêmico

Como visto, há diferentes tipos de fichamento acadêmico. Em resumo, eles variam de acordo com a finalidade da sua escrita. Sendo assim, temos:

  • Bibliográfico: com comentários e recortes, você deve descrever uma obra ou parte dela. Em geral as ideias devem ser organizadas por temas e páginas;
  • Citações: nela você deve transcrever os trechos mais importantes e relevantes. Sempre deve citar o autor e página, bem como adicionar as aspas;
  • Resumo ou conteúdo:com suas próprias palavras deve resumir as ideias apresentadas na obra lida. Não esqueça de utilizar argumentos para embasá-las.

Sendo assim, com o seu objetivo em mãos é mais fácil definir qual o tipo de fichamento atende sua necessidade. Por exemplo, citações são muito utilizados em trabalhos de conclusão de curso. Já o de resumo para atividades universitárias em geral.

Por fim, o bibliográfico é o mais indicado para pesquisas. Afinal, com ele você consegue mesclar seu entendimento e trechos concretos de conteúdo.

Modelo de fichamento: resumo

Veja este modelo de fichamento de resumo, para ver mais confira aqui.

modelo fichamento resumo

Normas ABNT para o fichamento acadêmico

A maioria dos trabalhos acadêmicos devem ser formatados seguindo as orientações da ABNT. Logo, não seria diferente com o fichamento acadêmico. Inclusive, fazê-lo dentro do padrão pode poupar trabalhos futuros.

Inicialmente lembre-se de consultar sua instituição de ensino para verificar as normas. Afinal, a maioria delas possuem manuais com todas as regras que devem ser seguidas durante as produções.

A princípio você deve realizar a indicação bibliográfica. Ou seja, citar o autor, nome do livro, cidade, gráfica e ano de lançamento. Por exemplo:

  • POSTMAN, Neil.  O desaparecimento da infância.  Rio de Janeiro:  Graphia,1999. (O meio   que escancara tudo, p.95 -111).

Já para o resumo, use fonte times new roman, tamanho 12, espaço entre linhas de 1,5cm. Também ajustar a margem para direita e justificar todo o texto. Por fim tem as citações.

  • Citação direta permanece com a mesma configuração do texto, apenas adiciona aspas. Também coloque entre parênteses o autor, ano e página;
  • Indireta você permanece com a configuração, mas antes dela adicione o nome do autor e o número da página;
  • Com mais de três linhas é preciso reduzir para fonte 10, 4 cm de recuo para à esquerda e sem aspas. Coloque o espaçamento entre linhas de 1cm.

Não esqueça de aplicar todas as regras inicialmente na sua produção. Desta forma, ao realizar seu trabalho acadêmico ou pesquisa terá um conteúdo organizado.

Precisa fazer um fichamento acadêmico ou uma revisão em sua produção? Então não perca tempo e entre em contato pelo chat.

Categorias
Regras ABNT

Lombada ABNT: Como fazer, o que é, modelo

Lombada ABNT: Como fazer, o que é, modelo – Um dos detalhes mais importantes para a etapa final de encadernação de um trabalho acadêmico é a elaboração correta da lombada. Pois esta constitui a forma de identificação do material disposto em bibliotecas e arquivos.

Neste artigo, vamos explicar para que serve uma lombada e como deve ser elaborada. Como também dispor de alguns modelos para facilitar a sua visualização, conforme a ABNT.

O que é Lombada?

A finalidade da lombada é de permitir a identificação dos materiais quando dispostos em bibliotecas ou arquivos. Uma vez que quando os materiais estão em prateleiras o que fica visível é a parte da lombada que os identifica.

Por isso, é um elemento pré-textual e opcional em trabalhos acadêmicos. Além disso, cabe destacar que a norma se aplica para os documentos no idioma:

  • Latino
  • Grego
  • Cirílico

Logo, é frequente a sua utilização em trabalhos encadernados no formato de capa dura. Assim sendo, a lombada oferece uma proteção para manter as folhas juntas que pode ser costurada, colada, grampeada dentre outras técnicas de confecção.

Como fazer a lombada ABNT

Conforme as determinações da ABNT a lombada é constituída pelos mesmos elementos da capa, ou seja,

  • Autor
  • Título
  • Ano
  • Volume

Como também é importante estar atento para o detalhe de que deve seguir tanto a fonte como a cor da letra que foram utilizadas na capa.  O título do trabalho na lombada pode ser colocado por extenso ou de forma abreviada.

Pois isso depende do número de caracteres do título e o espaço disponível. Além disso, a norma determina que para a impressão do nome do autor é necessário manter o mesmo sentido que foi adotado para a lombada.

E, caso aconteça de vários autores, a disposição dos nomes deverá ser:

  • Lombadas horizontais, os nomes impressos por linhas, um colocado após o outro;
  • Lombadas descendentes, os nomes são intercalados por sinais gráficos.

Tanto para a lombada horizontal quanto para a descendente o prenome pode ser abreviado ou omitido. Em relação à numeração para identificação adequada do material deve ser de acordo com o conteúdo tratado e indexado.

Assim sendo, podem ser abreviados conforme a sua natureza, devem ser separados utilizando os sinais gráficos, mantendo a posição da lombada.

lombada ABNT

Estrutura da lombada

Segundo a ABNT para elaborar a estrutura da lombada é preciso dispor de:

  • Autores
  • Título do trabalho
  • Volume

A norma recomenda ainda que seja reservado um espaço na borda inferior da lombada para colocar a identificação que permita encontrar o documento. A sugestão é de que seja reservado 30 mm, sem prejudicar os outros itens.

Qual é a norma para lombada da ABNT?

A norma que trata sobre Lombada é a NBR 12225, de 30 de junho de 2004. Segundo a NBR a finalidade é estabelecer normas para elaboração de lombadas para os editores, livreiros, encadernadores, bibliotecas.

Além disso, esta norma também pode ser aplicada para definição de lombadas em outros suportes, tais como:

  • Vídeo
  • Som

Modelo de lombada

Para facilitar a compreensão dos modelos, a ABNT, em sua norma NBR 12225, ilustra as explicações com os seguintes exemplos:

A Figura 01 é um modelo de título de lombada horizontal, ou seja, quando o documento está em posição vertical e o escrito está colocado na horizontal.

Isso significa que se o livro estiver colocado na prateleira na posição vertical irá permitir a leitura das informações com facilidade.

Já na Figura 02 está um modelo de título de lombada impresso de forma longitudinal e legível de cima para baixo. Está forma oferece a vantagem de facilitar a leitura uma vez que encontra com a face dianteira voltada para cima.

A Figura 03 apresenta uma ilustração da situação do título ser impresso ao lado da lombada e não propriamente nela. Pois o formato da lombada não permite que sejam feitas inscrições.

Assim, o título é impresso de forma longitudinal, sendo feita a leitura de cima para baixo, ao lado da lombada.

Categorias
TCC Pronto

TCC Pronto de Pedagogia: Temas e Modelos

Para concluir uma graduação os universitários devem realizar a entrega do trabalho de conclusão de curso. Desta forma, abordaremos neste artigo dicas de TCC Pronto de Pedagogia.

Entender o que é um TCC, possibilidades de temas, dicas para seu trabalho e modelos são os temas abordados. Sendo assim, ao concluir sua leitura terá mais facilidade em produzir seu projeto.

O que é um TCC Pronto de Pedagogia

Um TCC Pronto de Pedagogia é um trabalho de conclusão de curso que aborde um tema pertinente para a área. Em geral, são apresentados como monografia ou artigo científico, variando de acordo com a instituição de ensino.

O tema a ser tratado é uma escolha do universitário ou ainda a indicação de seu orientador. Certamente deve ser um assunto de relevância para a profissão e, se possível, que seja de sua área de interesse.

As demais orientações sobre o TCC devem ser fornecidas pela sua instituição de ensino. Inclusive, não esqueça de verificar o manual padrão oferecido, para estar de acordo com os requisitos solicitados.

TCC Pronto de Pedagogia

Temas de TCC Pronto de Pedagogia

Antes de ter um TCC Pronto de Pedagogia é preciso escolher um bom tema. Assim, para ajudá-lo nesta escolha, veja uma lista de temáticas que estão em alta entre os pesquisadores:

  • Brincadeiras e jogos direcionados à educação infantil;
  • A música no processo de aprendizado;
  • A importância da relação aluno-professor na aprendizagem
  • Inclusão digital em todos os níveis de ensino;
  • Leitura oral no processo de alfabetização;
  • Processo de educação em presídios;
  • Estudos de casos com alunos em situações específicas;
  • Formação de professores em diferentes esferas;
  • Uso da internet para práticas de ensino;
  • Roda de conversa direcionada para ensino infantil;
  • Fábulas no processo educacional;
  • Letramento digital;
  • Psicopedagogia;
  • Relação de gêneros nas escolas;
  • Televisão no processo de aprendizagem de crianças;
  • Evasão escolar;
  • Mediação de conflitos em ambiente escolar;
  • Transição entre fases educacionais;
  • Design pedagógico;
  • População LGBTQ+ na escola;
  • Papel do professor na instituição de ensino;
  • Violência no âmbito escolar;
  • Bullying e formas de reduzi-lo;
  • Relação professor e aluno;
  • Pedagogia hospitalar;
  • Literatura infanto-juvenil;
  • Redes sociais auxiliando o ensino;
  • Alunos idosos no ambiente escolar;
  • Método Montessoriano;
  • Participação da família no aprendizado;
  • Brinquedotecas

Os temas acima devem servir como inspiração para produção de seu artigo científico. A princípio, leve em consideração qual tem a maior familiaridade e qual conseguirá realizar uma pesquisa mais efetiva e conclusiva.

Também é interessante que direcione sua pesquisa para a área da pedagogia que deseja atuar. Desta forma, você terá um bom portfólio para iniciar sua carreira profissional.

Dicas para um bom TCC

Um TCC Pronto de Pedagogia segue, em geral, as regras padrões de um trabalho de conclusão de curso. Sendo assim, há alguns pontos que deve prestar atenção durante todo o projeto.

Inicialmente, defina o tema e abordagem que tratará em todo o seu TCC. Em seguida, aprove com seu orientador para que possa dar sequência a pesquisa. Caso seja aprovado, comece a selecionar todo o referencial teórico.

Antes mesmo de iniciar a escrita do artigo, estude as normas da ABNT, para que sua produção seja otimizada. Também tenha cuidado com plágio e não copie trechos da internet ou de outros materiais.

Fique atento aos prazos e não deixe para a última hora. Por exemplo, crie um cronograma de entrega para que consiga estar em dia com as datas e também fazer correções.

Outro ponto importante a ser mencionado é a escolha do seu orientador. Por exemplo, o ideal é que o professor escolhido tenha familiaridade com o tema desejado. Assim, a sua orientação será mais direcionada para o que deseja.

Modelos de TCC Pronto de Pedagogia

Se deseja ver alguns modelos de TCC Pronto de Pedagogia para se inspirar é possível encontrar na internet. Portanto, veja a lista abaixo de trabalhos que irão ajudá-lo no processo.

  • A releitura de portfólios para a construção do trabalho de conclusão de curso de Pedagogia por Cláudia Queiroz Miranda e Benigna Maria de Freitas Villas Boas;
  • Avaliação na modalidade EAD: TCC em prol da aprendizagem significativa no curso de pedagogia por Ana Paula Soares;
  • O TCC no curso de pedagogia da Uel (2008-2016): o que se pesquisa? Por Rodrigo Alexandre Cavalarini Faustino;
  • A água no planeta e o ensino: uma experimentação no 3º ano do ensino fundamental por Michaella Dexheimer Marcos;
  • TCC no curso de pedagogia EAD/UFMS: as memórias da infância como caminhos de pesquisa e de narrativas autobiográficas por Cacilda Félix da Costa e Mirian Lange Noal;
  • Letramentos acadêmicos: as percepções de alunos recém-ingressos no curso de Pedagogia sobre as práticas de leitura e de escrita por Franklin, Sue Ellen Guimarães dos Santos;
  • O discurso acadêmico: análise da organização textual-discursiva da seção Introdução dos TCC de 2012 do Curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Maranhão, por Maria de Fátima Ribeiro dos Santos

Vale ressaltar novamente que os trabalhos devem servir como inspiração e não como cópia. Inclusive, caso seja detectado plágio em seu TCC é possível que seja reprovado imediatamente.

Aproveite todas as dicas mostradas neste artigo e comece agora a mesma a produzir seu TCC. Afinal é um projeto importante em sua vida acadêmica e profissional e que poderá abrir grandes portas futuramente.

Categorias
TCC Pronto

Saiba como comprar TCC único de forma segura

Saiba como comprar TCC único de forma segura neste artigo esclarecedor. O trabalho de conclusão de curso é uma atividade obrigatória em muitas universidades. Inclusive, apenas com sua realização os estudantes podem colar grau. Além de muitos estudantes optarem por fazer seu próprio trabalho, existe a opção de comprar TCC. Pode estar se perguntando se é legal, continue lendo este artigo e saiba tudo sobre o que é preciso saber para adquirir seu trabalha acadêmico.

É claro que a indicação é que o universitário faça seu próprio trabalho. Entretanto, algumas vezes pelo acúmulo de tarefas e afazeres é impossível e torna-se necessária outra opção. Sendo assim, a é possível comprar um material exclusivo. Quer saber como comprar TCC? Veja neste artigo todas as dicas para adquirir um trabalho inédito e de qualidade. Também saiba se é uma atitude ilegal ou não.

Sem mais delongas, confira neste artigo e aprenda mais sobre como e onde fazer esta compra, conheça sites oficiais e se é legal. Também entenda como funciona o processo, caso esteja interessado em optar por esta modalidade.

Razões pelas quais um estudante opta por comprar uma TCC OU monografia

São inúmeras as razões pelas quais leva um estudante a optar pela compra de um TCC ou monografia.  Veja alguns deles:

  • Você está trabalhando para pagar seus estudos e não vai conseguir cumprir o prazo.
  • Falta de tempo para pesquisar matéria
  • Falta de orientação e experiência em trabalhos tão extensos
  • Dificuldade em escrever e expressar seus pensamentos
  • Complexidade em compreender as normas de formatação e estrutura
  • Dificuldade em encontrar matéria e dados apropriados para o conteúdo teórico
  • Dificuldade na apresentação da revisão literária
  • Dificuldades na estrutura da metodologia
  • Dificuldade em fazer as referências bibliografias
  • Mais econômico comprar uma monografia do que investir seu dinheiro em bibliografia

É seguro comprar um TCC?

Um dos maiores medos é se é seguro comprar TCC. Ainda mais porque ele é um trabalho fundamental para quem deseja encerrar um ciclo. Logo, é necessário atenção para não cair em um golpe.

O maior cuidado que o estudante deve ter é se está adquirindo um trabalho único, que não seja cópia. Afinal, o plágio pode causar a reprovação, além de ser crime, e assim, você perderá todo o dinheiro investido. Este é o cuidado que deve ter e aqui vai saber como adquirir seu TCC  de forma segura e sem plágio.

Desta forma, é seguro comprar, mas deve ser em um site de segurança. Ou então, com um freelancer ou conhecido que garanta a qualidade e originalidade. Também é preciso que o texto siga as normas da sua instituição. A maioria delas usam as normas da ABNT e aplicá-las ao TCC não é tão simples, por isso é bom deixar com sites especializados na realização desta tarefa. Caso queira saber o valor do trabalho, basta consultar no tópico mais abaixo.

Garantindo que as dicas acima aconteçam, a sua compra será segura e renderá bons resultados. Assim, você terá seu trabalho pronto para ser entregue sem problemas, a você bastará apenas estudar o tema e caprichar na apresentação e se preparar para uma boa nota.

comprar tcc

Site confiável para comprar TCC

No Brasil há um dos melhores sites especializados em escrita acadêmica para comprar TCC, o Studybay Brasil.

  • Mais de 15 anos de experiência na assistência de redação acadêmica
  • 100% de escrita original
  • Avaliação de cliente de 97%

Antes de iniciar sua compra, veja feedbacks de outros clientes e analise a reputação dos vendedores. Assim, conseguirá ter uma segurança que está adquirindo um produto de qualidade. Confira algumas avaliações tiradas do site.

avaliações studybay
Imagem: mystudybay.com.br

Evite pressa neste processo. Em resumo, não compre em qualquer site ou encomende com a primeira pessoa que você encontrar. Afinal, é um projeto que merece atenção e que tem um grande impacto em sua vida acadêmica, por isso indicamos o Studybay Brasil.

Por que escolher a StudyBay Brasil?

Tem os melhores preços: Conta com um sistema de pagamento simples e seguro onde você pode pagar integralmente ou parcele em duas vezes.

Tenha resultado rápido: Conta com mais de 52 mil profissionais dedicados para encontrar a melhor solução para o seu projeto.

Receba ajuda facilmente: Use a Studybay para bater papo ou fazer vídeo chamada, compartilhar os arquivos, e controlar o andamento do seu projeto no seu computador ou smartphone.

  • Escrita Customizada
  • Tutoria
  • Revisão e Formatação
  • Detector de Plágio

Qual valor de um TCC

Os valores de um TCC variam de acordo com a sua necessidade. Por exemplo, ao comprar TCC é preciso especificar se deseja ele completo, apenas uma parte e isso influencia no valor.

Também deve ser considerado o grau de dificuldade na elaboração do projeto. Ou seja, temas mais simples possivelmente terá um valor menor. Já os mais complexos, podem gerar custos mais altos.

Confira a calculadora de preço para que possa fazer uma simulação. Conforme o Studybay, um TCC de graduação, com entrega em duas semanas ou até menos, mas saiba o quanto antes solicitar mais barato será seu trabalho. Quer saber o valor do seu trabalho, consulta a calculadora abaixo:

Sendo assim, você só terá o valor final no momento de negociação. Mas é importante que tenha em mente que quanto maior e mais complexo o trabalho for, maior será seu investimento.

Como comprar TCC de forma segura e único

Se você busca um site confiável para comprar TCC pode apostar no Studybay. Por meio dele, o estudante cria seu pedido, recebe ofertas e contrata aquele que atende melhor as suas necessidades.

Nele é possível encontrar estudiosos de diversas áreas, com domínios em conteúdos diferentes para redigir seu TCC/Monografia ou Tese. Sendo assim, é possível ter uma segurança maior que terá um conteúdo único e que trará um bom resultado.

Evite sites e freelancers desconhecidos, porque é possível que adquira um conteúdo que pode ser plagiado. Ou ainda, contratar por um serviço e não receber ele como esperado.

Faça um cadastro, envie sua demanda e analise as propostas. Dessa forma, conseguirá conhecer mais sobre os interessados em ajudá-lo no projeto e conhecer suas especialidades.

É legal comprar TCC/monografia?

A questão de legalidade no momento de comprar TCC ainda assusta muitas pessoas. Afinal, deve ser um trabalho único e que poderá garantir a sua conclusão de curso.

Fique tranquilo, porque apesar de muitos dizerem que é “fraude” a apresentação de uma obra de outro autor, não há leis sobre. Ou seja, se o trabalho for único e sem plágios, está liberado e não é um ato ilegal.

Não esqueça também que é importante que o autor do projeto libere ele para uso como monografia. Assim, ao adquirir, garanta que está escolhendo um autor de qualidade e confiança, para que não tenha problemas futuros. Mas com certeza na Studybay não encontrará este tipo de problemas, pois é uma plataforma especializada em escrita acadêmica.

Em resumo, não há nenhuma lei que impeça, mesmo que seus professores possivelmente tentem dizer o contrário. Então, evite comentar que adotou este método e use sua monografia inédita em sua apresentação.

Uma dica valiosa é que apesar de comprar o TCC, não esqueça de estudá-lo quando estiver pronto. A fim de garantir que não terá complicações no momento de apresentá-lo. O importante é o conteúdo, o tema, se é sobre o que quer apresentar.

Como funciona o processo

O processo de comprar TCC é mais simples do que possa imaginar. A princípio você deverá encontrar um local de confiança para adquirir a sua, como a Studybay.

Feito o primeiro passo, deverá criar um pedido e nele especificar toda a sua demanda. Sendo assim, não poupe detalhes em colocar todas as informações que serão necessárias. Por exemplo:

  • Indique o tema de seu trabalho;
  • Defina o prazo máximo de entrega;
  • Informe qual o tema esperado para o trabalho;
  • Deixe claro as regras que foram solicitadas por sua instituição;
  • Se necessário, detalhe alguma informação que seja essencial para a conclusão do projeto.

Em seguida, é o momento de receber ofertas de redatores. Conforme receber, veja quais são as que estão dentro de seu orçamento e expectativa. Assim, alcançará um bom custo-benefício em sua negociação.

Com todas as propostas em mãos, escolha a melhor e contrate o escritor. Certamente ele iniciará seu projeto no prazo previsto, para que consiga fazer sua entrega.

É interessante combinar como será o processo e as entregas, para não haver erros de comunicação ou atrasos. Por fim, receba o seu TCC e verifique se está de acordo com o que foi solicitado. Não esqueça de verificar plágios e a originalidade do documento.

Também é importante que estude seu TCC pronto. Afinal, mesmo que feito por outra pessoa, ele será apresentado por você, que deve ter domínio no tema. Este é um segredo para que não tenha nenhum problema em sua apresentação.

Categorias
Regras ABNT

Resumo: Guia completo com modelos e exemplos

Aprenda aqui o que é um resumo, como fazer com modelos práticos. O resumo nada mais é do que a versão precisa, sintética e seletiva do texto do documento, destacando os elementos de maior importância. Deve evidenciar os principais objetivos, métodos empregados, resultados e conclusões, permitindo ao leitor decidir sobre se deve ler o texto na íntegra ou não. É no resumo que o leitor terá a primeira impressão do texto a ser lido, portanto capriche e faça o resumo ser o melhor do seu trabalho acadêmico.

É também no resumo em que há uma maior divulgação da tese e sua indexação em bases de dados. A tese deve vir acompanhada de dois resumos, em português e em inglês (abstract*).

As Recomendações Gerais do Resumo

O resumo deve começar com uma frase que contenha o essencial do documento original, evitando repetir as palavras do título. Deve incluir unicamente os pontos significativos, ser claro e conciso, evitando comentários generalistas.

Deve ser redigido em um único parágrafo, com frases simples, coerentes, e com continuidade (começo, meio e fim). Não deve consistir de um amontoado de sentenças desconexas, cada uma referindo-se a um tópico.

O resumo não deve conter citações bibliográficas, tabelas, quadros, esquemas.

Dar preferência ao uso dos verbos na 3ª pessoa do singular. Tempo e verbo não devem dissociar-se dentro do resumo.

O resumo deve conter um total de até 500 palavras (exceto título e descritores), em função dos limites estabelecidos para disseminação da tese nas bases de dados especializadas.

É recomendado tanto para ABNT quanto para Vancouver, em português e em idioma estrangeiro, que o resumo tenha no máximo 500 palavras e que seja escrito em parágrafo único.

Deve-se evitar no resumo:

  • uso de frases negativas e o uso indiscriminado de adjetivos, advérbios, neologismos e abuso de explicações.
  • uso de expressões como “O presente trabalho trata …”, “Nesta tese são discutidos….”, “O documento conclui que….”, “aparentemente é….” etc.
  • informações ou afirmações que não figurem no documento original.
  • abreviaturas e siglas – quando absolutamente necessário, citá-las entre parênteses e precedidas da explicação de seu significado, na primeira vez em que aparecem.

Resumo

Apresentação do Resumo

O resumo pode ser apresentado nos formatos estruturado e com estrutura não explicitada. Para os trabalhos de pesquisa recomenda-se a adoção do formato estruturado, que vem se consolidando como uma tendência na área.

O resumo deve ser precedido da referência bibliográfica da tese, apresentada de acordo com a norma adotada. Ao final do mesmo devem ser indicados os descritores/palavras-chave.

Resumo Estruturado

A redação deve ser feita com frases curtas e objetivas, organizadas de acordo com a estrutura do trabalho, dando destaque a cada uma das partes abordadas, assim apresentadas:
Introdução – Informar, em poucas palavras, o contexto em que o trabalho se insere, sintetizando a problemática estudada.
Objetivo – Deve ser explicitado claramente.
Métodos – Destacar os procedimentos metodológicos adotados com informações sobre população estudada, local, análises estatísticas utilizadas, amostragem, entre outros.
Resultados – Destacar os mais relevantes para os objetivos pretendidos. Os trabalhos de natureza quantitativa devem apresentar resultados numéricos, assim como seu significado estatístico. Conclusões – Destacar as conclusões mais relevantes, os estudos adicionais recomendados e os pontos.

Exemplo de resumo estruturado (trabalho de pesquisa quantitativa)

ABNT
CUENCA, A. M. B. O uso da internet pela comunidade de docentes da área de saúde pública no Brasil. 2004. Tese – Faculdade de Saúde Pública da USP, São Paulo, 2004.
Vancouver
Cuenca AMB. O uso da internet pela comunidade de docentes da área de saúde pública no Brasil [tese]. São Paulo: Faculdade de Saúde Pública da USP; 2004.

Exemplo e modelo de resumo

Resumo

Introdução – Destaca a influência da internet no processo da comunicação científica de pesquisadores da área de saúde pública do Brasil. Objetivo – Conhecer a influência da internet nas atividades acadêmico-científicas dos docentes da área de saúde pública e as alterações provocadas pela inserção das novas tecnologias da informação no processo da comunicação científica. Métodos – A população foi constituída por 372 pesquisadores vinculados aos Programas de Pós-Graduação em Saúde Coletiva das Instituições de Ensino Superior no Brasil, nos níveis Mestrado e Doutorado, cadastradas no sistema CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), no ano de 2001. Para a obtenção dos dados optou-se pelo uso de questionário via internet. Para os que não responderam o instrumento eletrônico, foram enviados questionários impressos. Resultados – A taxa de retorno dos questionários eletrônicos e impressos foi de 64,8%. O uso da internet foi apontado por 95,0% dessa comunidade, sendo o correio eletrônico (92,1%) e a web (55,9%) os recursos mais utilizados, diariamente. A influência mais marcante da internet foi na comunicação informal entre os docentes, principalmente para o desenvolvimento de pesquisas, propiciando maior colaboração com colegas de instituições brasileiras e de outros países. Quanto à divulgação de resultados de pesquisa, ainda há predominância dos formatos impressos, sendo principalmente, em artigos de periódicos de circulação nacional. Os docentes que declararam não utilizar a internet argumentaram a falta de tempo e facilidade de conseguirem de seus colegas o que precisam. Conclusões – Os dados mostram que a internet influenciou no trabalho dos acadêmicos e vem afetando o ciclo da comunicação científica, principalmente na rapidez com que a informação pode ser recuperada, porém com forte tendência em eleger a comunicação entre os pesquisadores como a etapa que mais passou por mudanças desde o advento da internet no mundo acadêmico brasileiro.

Palavras-chave: Programas de Pós-Graduação; Pesquisadores; Tecnologia da Informação; Internet; Saúde Pública.

Resumo com Estrutura Não Explicitada

Deve ser organizado situando e justificando o tema do trabalho, com indicação dos principais objetivos e enfatizando os aspectos abordados. Deve informar, sucintamente, as fontes de dados bibliográficos utilizadas, período abrangido, origem geográfica das citações, e outros; mencionar as restrições principais enfrentadas; destacar as principais observações qualitativas e quantitativas; e mencionar, claramente, as conclusões e suas aplicações, limitadas ao domínio da atualização e seus objetivos.

Exemplo de resumo com estrutura não explicitada (trabalho de pesquisa)

ABNT
MIRA, M. L. G. Organização social de saúde: possibilidades de reconhecimento de um espaço público. 2003. Dissertação – Faculdade de Saúde Pública da USP, São Paulo, 2003.
Vancouver
Mira MLG. Organização social de saúde: possibilidades de reconhecimento de um espaço público [dissertação]. São Paulo: Faculdade de Saúde Pública da USP; 2003.

Exemplo e modelo de resumo

Resumo

Os movimentos sociais que surgiram a partir da década de 1970 imprimiram uma nova noção de cidadania através da participação popular para a ampliação de espaços públicos. Propõe-se a observar a possibilidade de reconhecimento de um espaço público de interlocução e deliberação, segundo um modelo de atenção pública não estatal, focalizando o caso da Organização Social de Saúde Hospital Geral do Grajaú. Trata-se de entidade instituída com base na proposta de parcerias entre Estado e sociedade civil, do governo federal, de reforma do aparelho de Estado, com características próprias no Estado de São Paulo – exclusividade para o Sistema Único de Saúde, serviço novo e controle da Secretaria Estadual de Saúde. Por meio de estudo da legislação pertinente e com uso de metodologia qualitativa, procedeu-se à observação participante e a entrevistas semiestruturadas, com lideranças de movimentos sociais e de gerentes do Estado na região das subprefeituras de Capela da Socorro e Parelheiros. O estudo recuperou a história de participação popular na região por recursos que possibilitassem condições de vida e saúde, caracterizando atores que se mantêm atuantes, e buscam o diálogo institucional no sistema de saúde e, em especial, na organização social. Constatou a carência de recursos para atender à demanda de saúde na região, para a qual a organização social vem dando respostas, e as dificuldades em estabelecer um sistema referenciado. Observou possibilidades de interlocução entre a população organizada e a organização social. Concluiu que parcerias reguladas se efetivam no cotidiano e que para tal, é necessário também, postura participativa, bem como, permeabilidade para relações democráticas.

Palavras-chave: Saúde Pública; Organização Social; Participação Comunitária; Cidadania; Legislação Hospitalar.

Resumo em Inglês (Abstract)

Abstract é a versão em inglês do resumo. Deve ser apresentada iniciando-se uma nova folha. A apresentação do Abstract deve seguir a mesma orientação para o resumo em português.
A versão em inglês servirá para facilitar a divulgação da tese no meio internacional e sua indexação em bases de dados especializadas.

Na referência bibliográfica da tese o título deve ser indicado nos dois idiomas. O local e o nome da instituição devem ser mantidos em português. Os descritores ou palavras-chave devem ser vertidos para o inglês (Descriptors ou Keywords). O grau do trabalho deve ser indicado da seguinte forma: para o mestrado usar Dissertation e para o Doutorado usar Thesis.

Exemplo de resumo em inglês

ABNT
ALVAREZ, M. do C. A. [The Reproductive Health Virtual Library: listening to the user]. 2005. Dissertation – Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005. Portuguese.
Vancouver
Alvarez MCA. [The Reproductive Health Virtual Library: listening to the user] [dissertation]. São Paulo: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo; 2005. Portuguese.

Modelo de Abstract

Abstract

The theoretical foundation of this study is based on theorists who analyze modern and post-modern cultures, focusing attention on information and communication technologies. These technologies have been achieved importance in academic research and information science fields. The virtual libraries have been created in order to allow the users to get closer to the institutionalized information stock. The Reproductive Health Virtual Library (RHVL), supported by the Library and the Departmento de Saúde Materno Infantil, da Faculdade de Saúde Pública – USP, is part of these new technologies and is the subject of this study. The objective is to verify the communication process between the RHVL and its user, reproductive health researchers, attempting to identify his or her expectations, to perceive gaps in communication and to improve interactive communication to enhance the meaning of this kind of service. We adopted a qualitative method, known as focal group, which was applied to three meetings at chat rooms (Internet relay chat), on the Internet. The results indicated the lack of awareness of RHVL and a poor acquisition of interactive communication by the society. Several suggestions were made, such as: meeting rooms, links among databases and other VLs, availability of validated sources, modern presentation, divisions according to the user profile, among others.

Descriptors: Internet; Reproductive Health; Virtual Libraries; Communication Technology; Interactive Communication.

Fonte: Biblioteca da USP

Categorias
Regras ABNT

Recuo ABNT, tamanho de fonte e espaçamento para TCC

Deixe seu texto na estrutura correta. O Recuo ABNT, as fontes e o espaçamento entre linhas devem ser valorizados na produção do seu trabalho.

Na produção de um texto acadêmico é preciso estar atento às regras da Associação Brasileira de Normas técnicas, ABNT. Sendo assim, o Recuo ABNT é um item imprescindível para a boa estrutura de um material elaborado.

Com a finalidade de estabelecer padrões normativos, as normas devem ser seguidas em seus mais diversos aspectos e aplicabilidade. O recuo do paragrafo é abordado pela ABNT, variando de acordo com as partes do texto.

Recuo ABNT: O que é, qual o necessário para cada parte do TCC?

O Recuo ABNT significa a distância da margem para começar a escrita, o parágrafo. Na capa do trabalho, todos os dados devem ser apresentados centralizados. Já na folha de rosto tem as seguintes especificações de recuo:

  • Nome do autor– centralizado;
  • Título e subtítulo– centralizado;
  • Nota de apresentação– recuo de 7 cm à direita;
  • Nome do orientador– recuo de 7 cm à direita;
  • Local e ano– centralizado.

Dedicatória, agradecimento e epígrafe 

Esses itens fazem parte dos elementos pré-textuais. Entretanto, eles não são elementos obrigatórios. Porém, ainda assim tem regras e normas para sua utilização.

  • Dedicatória: 8 cm de recuo e alinhamento justificado;
  • Agradecimento: Título centralizado. O texto deve ter recuo de 1,25cm da margem e alinhamento justificado.
  • Epígrafe: 7,5 cm de recuo e justificado. Porém o nome do autor deve vir na linha seguinte alinhado à direita.

recuo abnt

Resumo, listas e sumários

Esses tópicos tem a mesma formatação em relação ao recuo de página. Dessa forma, esses itens não tem recuo da margem e tem alinhamento justificado.

Confira mais também sobre:

Desenvolvimento, citações, considerações finais e referências bibliográficas

Em suma, todos os títulos que surgirem no decorrer do material devem estar em negrito e centralizado. Já para a parte do texto, o recuo ABNT deve ser de 1.25 cm da margem. Do mesmo modo nas considerações finais.

Entretanto isso muda com relação às citações longas e diretas, aquelas com mais de 3 linhas. Afinal, nesses casos o recuo deve ser de 4 cm. Já as referências bibliográficas, devem estar alinhadas a esquerda, mas sem recuo.

Qual o tamanho da fonte ABNT para o TCC

É importante ressaltar que o Recuo ABNT tem tamanhos modificados conforme a localidade do trecho que o material faz parte. Da mesma forma ocorre com o tamanho da fonte da ABNT para escrever trabalhos acadêmicos.

Para os arquivos impressos, a ABNT propõe que seja utilizado papel sulfite branco no tamanho A4. Entretanto, em relação à impressão, deve ser utilizada apenas a frente, ficando o verso em branco.

As letras utilizadas para textos acadêmicos devem, obrigatoriamente, ser Arial ou Times New Roman. As letras devem ser na cor preta e, além disso, variam entre o tamanho 10 e 12.

Os títulos e subtítulos necessitam ser escritos em tamanho 12. Porém, o título deve ser negritado e o subtítulo não. É preciso ficar atento quanto à forma de escrever esses dois itens, para não ficar diferente do sumário.

Afinal, no sumário eles devem ser apresentados da mesma forma. Sendo assim, se durante o texto usou letra maiúsculas para o título e subtítulo, no sumário precisam estar maiúsculas. Se for minúscula, do mesmo modo.

O corpo dos textos e as referências bibliográficas também são escritas no tamanho 12. Entretanto, há alguns momentos em que a fonte deve ser menor. Veja a seguir alguns casos em que ela precisa estar em tamanho 10:

  • Nas citações longas, com mais de 3 linhas;
  • Tabelas;
  • Legendas;
  • Notas de rodapé.
  • Fonte de quadros, imagens e tabelas.

Qual o espaçamento

 Além do Recuo ABNT e do tamanho da fonte, outro item importante deve ser verificado. É o caso do espaçamento entre linhas. Confira os lugares em que o espaçamento deve ser simples, 1,0:

Nos demais lugares do texto o espaçamento entre linhas é 1,5 cm. Sendo assim, na capa, introdução e desenvolvimento os espaçamentos são maiores.

É preciso estar atento ao espaçamento correto. Pois, alguns momentos, quando são feitas colagens de material na página que está sendo editada, a mesma fica desconfigurada.

Portanto é necessário clicar na barra de ferramentas em espaçamento. A seguir selecione Opções de Espaçamento entre linhas. É imprescindível que onde está escrito “espaçamento” esteja selecionadas as opções 0 pt.

Conheça as outras normas da ABNT

A estrutura de um trabalho acadêmico deve obedecer aos padrões da ABNT. Dessa forma, há outras normativas que auxiliam na padronização dos trabalhos.

NBR 14724 / 2011 – Trabalho Acadêmico;

NBR 10520 / 2002 – Citações;

NBR 6022 / 2018 – Artigos científicos impressos;

NBR 6023 / 2018 – Referências;

NBR 6027/2012 – Sumário;

NBR 6028/2003 – Resumo e Abstract;

NBR 6024 / 2012 – Numeração progressiva das seções de um documento; NBR 6034 / 2004 – Índice;

NBR 15287 / 2011 – Projeto de pesquisa.

A princípio são essas as normas cobradas pela ABNT. Entretanto, cada instituição de ensino pode ter sua tabela de normas, adaptada e em consonância com as regras oficiais.

Categorias
Regras ABNT

Índice ABNT: Como fazer nas Normas ABNT (NBR 6034)

Antes de mais nada é preciso destacar que tem ocorrido uma certa confusão entre sumário e índice ABNT. Pois quando observamos as diferenças entre esses elementos em livros, revistas e jornais especializados surge a dúvida.

Em um TCC você deve colocar índice ou sumário? Se tem essa dúvida continue a leitura que vamos esclarecer a respeito da NBR 6034, ABNT.

Por isso a melhor forma de solucionar essa dúvida é recorrendo às normas técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas. Assim, vamos explicar como a norma NBR 6034 da ABNT trata a elaboração de índice.

O que é índice ABNT

De acordo com definição da NBR 6034 o índice ABNT é uma relação de palavras ou frases, que é apresentada ao final do texto. Usualmente, essa relação é organizada de acordo com um critério alfabético ou cronológico.

Nesta relação constam os assuntos, temas e tópicos que foram trabalhados no decorrer do texto. A partir dela é possível localizar em quais páginas esses pontos foram trabalhados.

índice ABNT

Qual a diferença de índice e sumário?

É importante esclarecer essa diferenciação, pois ainda hoje é um aspecto de confusão quando se deve utilizar um ou outro. Assim, podemos indicar como sendo as principais diferenças entre esses termos os aspectos a seguir.

A primeira diferença é a localização de cada um deles na estrutura do texto. Dessa forma, o índice é localizado ao final do texto, ou seja, um elemento pós-textual. Já o sumário é apresentado antes do texto, sendo elemento pré-textual.

E a segunda diferença é a finalidade de cada um deles. O índice ABNT tem por função indicar a localização no texto de palavras, conceitos, frases que sejam de interesse ter uma rápida localização.

Já o sumário tem por função indicar a divisão do texto em capítulos e seções por páginas. Assim, o leitor pode consultar o sumário para saber em qual parte do livro encontra-se o tópico do seu interesse específico.

A terceira diferença é que a indicação de página em um índice não segue uma ordem sequencial. Usualmente, as palavras estão em ordem alfabética e as páginas estarão colocadas conforme as palavras aparecem no texto.

Já no sumário a numeração é sequencial em ordem crescente. Nesse sentido, interessa que o leitor tenha uma visualização de toda a estrutura do texto. Bem como que tenha uma visão geral dos itens abordados.

A quarta diferença é que o índice é um elemento opcional e o sumário é um elemento obrigatório. Além disso, o índice tem maior utilização na publicação de livros, enciclopédias, revistas e jornais especializados.

Índice é opcional no TCC?

De acordo com a norma NBR 14724/2011 o índice é um elemento opcional. Caso venha a ser utilizado deve ser elaborado conforme a NBR 6034/2004, válida a partir de 2005 e revisada em dez. 2019.

Índice ABNT: Como fazer nas Normas ABNT (NBR 6034)

Para elaboração de um índice ABNT é preciso seguir as orientações da norma NBR 6034, que visa esclarecer o assunto. Assim, o índice deve ser impresso no final do documento, mantendo a sequência da paginação do mesmo.

Se acaso for necessário pode também ser apresentado em um volume separado. Assim como deve atentar-se para o fato de que o índice pode:

  • Abranger informações retiradas do documento, inclusive das notas explicativas, apêndice e anexo.
  • Complementar informações que não foram apresentadas no documento, que se façam necessárias.

A organização do índice deve ser pautada por um padrão de fácil identificação e utilização pelos usuários. Além disso, o título deve definir a sua função ou conteúdo, como por exemplo:

  • Índice remissivo (que remete a um ponto);
  • Índice onomástico (nomes de pessoas, entidades entre outros);
  • Índice cronológico (que segue uma ordem temporal).

Como também o indicativo dos itens de um índice ABNT deve ser apresentado da seguinte forma:

  • Quando a indicação for de mais de uma página consecutiva, deve-se utilizar hífen, como por exemplo, 11-14;
  • Mas, se for indicação de páginas não sequenciais, deve-se colocar apenas vírgula, como por exemplo, 11, 14.

Classificação dos índices ABNT pela NBR 6034

Conforme a norma o índice ABNT pode ser elaborado sendo classificado por ordenação ou por enfoque. Se a escolha for por ordenação pode seguir uma das seguintes opções:

  • Alfabética
  • Sistemática
  • Numérica
  • Cronológica
  • Alfanumérica

E se a escolha for por enfoque pode seguir uma das seguintes opções:

  1. Especial, escolhendo entre:
  • Autores;
  • Títulos;
  • Pessoas e/ou entidades;
  • Assuntos;
  • Nomes geográficos;
  • Citações;
  • Anunciantes e matérias publicitárias.

            2. Geral, escolhendo entre duas ou mais das opções a alínea a):

  • Exemplo: Índice de autores e assuntos.

Um cuidado muito importante é para a seleção dos termos a serem adotados. Estes devem ser específicos, concisos e uniformes no decorrer de todo o índice, tendo por referência a forma utilizada no texto em questão.

No caso da utilização da remissiva “ver” devem ser observadas as situações:

  • Quando se tratar de termo sinônimo do termo escolhido: Exemplo: Rodoviário ver Transporte;
  • Se for um termo popular para termo cientifico ou técnico. Exemplo: Sarampo ver Measles morbillivirus;
  • Para atualização de um termo antiquado para um atual. Exemplo: Disco voador ver Objeto Voador Não Identificado;
  • Para identificar o nome completo de entidade no caso de sigla: Exemplo: FMI ver Fundo Monetário Internacional.

Ainda em relação a remissivas, enfocando agora a “ver também” é usada para indicar termos que apresentam uma ligação direta com o tópico. Por exemplo,

  • Gestante ver também Licença
  • Trabalho ver também Jornada

No caso da utilização das duas remissivas, ambas devem ser destacadas com um recurso tipográfico, que pode ser itálico, sublinhado, negrito e outros.

Modelo de índice para trabalho acadêmico

Modelo 1: Índice remissivo por assuntos:

Modelo 2 – Índice remissivo por autores

Agora, que você já conhece como a norma NBR 6034 orienta a elaboração de um índice ABNT já pode colocar seus conhecimentos em prática.