Categorias
Dicas TCC

Dissertação argumentativa: Característica, estrutura e dicas

Sobre a dissertação argumentativa podemos afirmar que se trata de um tipo de redação muito pedida no Enem/vestibulares e concursos, a dissertação argumentativa é uma modalidade de texto importante de se conhecer. Por isso, trouxemos aqui algumas de suas características e dicas de como escrevê-la.

Características principais da dissertação argumentativa:

Como se trata de uma dissertação, esse tipo de redação possui uma estrutura que deve ser seguida. Ela passa pelos seguintes pontos:

  • Introdução: para iniciar o assunto;
  • Desenvolvimento: explicação do assunto;
  • Conclusão: ponto final da discussão que você conduziu.

Portanto, com essas características é possível escrever uma dissertação expositiva. Para que se transforme em uma dissertação argumentativa é necessário que se defenda uma tese.

A tese nada mais é do que o seu ponto de vista sobre o assunto em questão. Seja ele positivo ou negativo, é essencial deixá-lo bem claro ao longo do texto. Caso contrário, a redação volta ao modelo expositivo e foge da proposta.

Esse tipo de texto nos vestibulares e concursos, na maioria das vezes, tem o espaço de 30 linhas para ser construída. Assim, nos cursinhos, escolas e aulas de redação, os professores costumam ensinar a formação dele em 4 parágrafos.

Estrutura da Dissertação argumentativa

Introdução

O primeiro parágrafo é a introdução e nele ainda não se apresentam argumentos para sustentar sua tese. O ideal é que nele você faça uma breve contextualização do tema e apresenta apenas o problema em questão.

Desenvolvimento

Os segundo e terceiro parágrafos fazem parte do desenvolvimento. Nesse momento do texto, após você ter apresentado a premissa do tema, é o momento de argumentar a sua tese.

Nesses parágrafos do meio do texto, é extremamente importante trazer dados comprovados para sustentar suas ideias. O ponto aqui é convencer o leitor da sua linha de raciocínio, escrevendo um texto convincente.

Conclusão

Por fim, a conclusão, como já diz o nome, conclui a discussão proposta. Nela, é importante “amarrar” seu texto como um todo e provocar uma reflexão no leitor. Uma conclusão bem escrita traz todo o impacto final que a redação precisa.

Em alguns vestibulares como o Enem, a conclusão vem acompanhada de uma proposta de intervenção. Assim, no último parágrafo, ao invés de apenas concluir a reflexão, você apresenta uma ideia para solucionar o problema.

Então você precisa finalizar seu texto com uma proposta completa – com agente, ação e detalhes – para, não necessariamente resolver completamente, mas amenizar o problema do tema.

Veja outros artigos que podem te ajudar no nosso blog:

Dissertação argumentativa: o que é, como escrever e mais!

Dicas para sua dissertação argumentativa

Para uma redação que ganhe ainda mais pontos, existem algumas dicas que podem te ajudar. Para cada parágrafo há uma estratégia diferente e conhecê-las é uma mão na roda!

Referencias ou citações

É comum que seja difícil iniciar o texto, por isso, na introdução tente sempre trazer uma referência externa sobre o assunto. Uma série de TV, citação de um autor conhecido, um, dado estatístico, um livro, um filme ou qualquer outra coisa que te remeta esse tema.

Caso a redação seja para algum tipo de concurso público, ainda é possível trazer referências externas. Porém, é importante ter uma abordagem que combine com a ocasião.

Já nos parágrafos de desenvolvimento, a aposta é nos dados de pesquisa. Mesmo que você não se lembre de nenhum no momento, sempre existem os textos motivadores para te dar algum norte sobre o assunto.

No desenvolvimento, também, você pode utilizar frases célebres de filósofos para te ajudar. Nesse caso, você terá que memorizar algumas frases coringa que funcionem com diferentes tipos de tema, para ficar mais fácil.

Propostas

Por fim, para a conclusão existem duas dicas. A primeira é se a redação não pedir proposta de intervenção. Nesse caso, a dica é imaginar que a conclusão vai fazer com que o leitor fique com o tema na cabeça depois, refletindo.

A segunda, portanto, é caso a redação necessite de proposta de intervenção. Nesse caso pense sempre em responder essas questões: qual a ação precisa? Quem fará? Como fará? Quais os efeitos dela? Existem mais detalhes sobre?

Atente-se à lingua portuguesa

Se fizer uma redação com bons argumentos, com toda estrutura necessária, mas o que vai adiantar se conter erros de português? Este é um ponto que não pode errar, caso queira fazer uma boa redação.

A gramática é muito importante para uma boa redação, caso fique com dúvidas em relação a alguma palavra, tente substitui-la por sinônimos, tente não colocar palavras que pode parecer bonitas, rebuscadas, mas que você não saiba o significado, às vezes o tiro pode sair pela culatra.

Ou dica importante é se atentar a nova ortografia, muitas mudanças ocorreram e muita gente não sabe, e fazer uma redação, um TCC, qualquer texto acadêmico sem estar de acordo à nova ortografia é um tiro no pé.

Exemplos de texto dissertativo

Nada melhor para fazer um bom texto dissertativo argumentativo é ver exemplos e modelos, principalmente das melhores redações, assim terá noção da estrutura, como fazer citações, como apresentar propostas e vê que não é bicho de sete cabeças, ela pode ser mais simples do que imaginamos. Confira aqui alguns exemplos de dissertações

Agora que você já tem as dicas para cada parte da sua dissertação argumentação, é só praticar bastante até chegar o dia do seu vestibular ou concurso!