Skip to content
Seu Melhor TCC

Errata ABNT para TCC: Como fazer conforme as normas

Aprenda como fazer a Errata ABNT para TCC. O que é, quais elementos deve conter e a formatação correta. Também veja exemplos que simplificam ainda.

Você sabe como proceder caso cometa algum erro durante o desenvolvimento do trabalho de conclusão de curso? Por exemplo, cometeu uma falha de digitação, formatação, de citação ou outra. Logo, use a Errata ABNT.

Este é um dos elementos menos comentados de um trabalho de conclusão de curso. Afinal, ninguém deseja cometer um erro durante o projeto tão importante quanto esse.

Neste artigo, entenda melhor o que é a errata e o que deve conter. Também veja os casos em que ela é utilizada e como fazer. Logo, aprenda a formatação ideal. E para não restar dúvidas, apresentamos alguns exemplos.

O que é errata ABNT?

A Errata ABNT é um tópico do TCC, opcional, que deve ser indicado os erros encontrados no trabalho. Logo, deve seguir a formatação ABNT e apresentar o erro e a forma correta.

Em geral, ele deve ser apresentado após a folha de rosto, em um papel A4 e avulso. Afinal, se você utiliza a errata quer dizer que a impressão final está pronta e não foi alterada.

O que deve conter na errata?

A princípio a Errata ABNT tem informações básicas que devem ser apresentadas. Assim sendo:

  • Nome do autor do TCC;
  • Título do trabalho de conclusão;
  • Subtítulo, caso tenha;
  • Tipo de trabalho;
  • Objetivo;
  • Instituição;
  • Área de concentração;
  • Data de aprovação.

Pode ser que seu orientador peça para suprimir alguns desses itens. Ou ainda, que o manual oficial da sua instituição apresente uma forma resumida. Logo, indicamos sempre que os alunos sigam o que é proposto pela sua universidade.

Errata ABNT para TCC

Quando deve ser feita a errata ABNT? Onde deve ser inserida?

A Errata ABNT deve ser feita sempre que houver um erro no trabalho de conclusão de curso. Entretanto, deve ser quando não há possibilidade de arrumá-lo na versão final.

Por exemplo, você já realizou a impressão final e tem apenas uma citação ou palavra errada. Assim, uma forma mais fácil ao invés de reimprimir é fazer a errata e adicioná-la no documento final.

Em geral, a errata é um documento a parte entregue com o trabalho. Ou seja, uma folha avulsa de A4, com a formatação ABNT, inserida após a folha de rosto. Também não precisa conter numeração, mas faz parte de seu trabalho final.

Para entregá-la, o recomendado é que seja no dia da apresentação do trabalho. Desta forma, indica-se que você faça uma versão extra para cada membro da banca examinadora. Logo, entregue antes mesmo de começar sua explanação.

Qual a formatação?

Como a Errata ABNT também é uma parte do TCC ela deve conter a formatação correta. Sendo assim, será preciso:

  • Escreva errata centralizado e em negrito. A fonte é times new roman, tamanho 12;
  • Após escrever aperte a tecla entre três vezes, para o espaçamento necessário;
  • Depois coloque em justificar e faça a citação completa do trabalho;
  • Em seguida, crie uma tabela, com os itens centralizados, bem como o conteúdo das linhas seguintes.

Exemplos de errata ABNT

Veja abaixo alguns exemplos de errata para facilitar seu entendimento.

  • SILVA, M. R. de Ciências Contábeis. 2009. 78f. Trabalho de Conclusão (Bacharelado em Ciências Contábeis) – Faculdade Católica do Tocantins, 2011.
Folha Linha Onde se lê Leia-se
82 20 Pressupostos Pressupondo-se
15 42 Interpretação dos resultados Apresentação dos resultados
74 1 Instrumentos Instrumento

 

  • FERO, Maurício Gomes. Comportamento de jovens da comunidade Santa Marta em rolezinhos de shopping: um estudo antropológico, 2015. 150f. Dissertação. Programa pós-graduação em ciências sociais, Universidade Livre Fluminense, Rio de Janeiro, 2015.
Folha Linha Onde se lê Leia-se
25 10 Auto-retrato Autorretrato
57 15 Concerto Conserto
92 17 Maria Violante Maria Telma
102 13 57.000.320 57.050.325

Assim, com os exemplos acima é possível compreender a melhor forma de apresentar sua errata. A princípio, o número de linhas varia de acordo com os erros que possuir seu documento.

Entretanto, o ideal é que seu trabalho de conclusão de curso não apresente erratas. Logo, reserve um bom tempo apenas para revisão. Assim poderá certificar-se que está entregando tudo com a melhor qualidade possível.

Também conte com o auxílio de seu orientador. Portanto, durante todo o processo, peça que ele faça revisões para evitar problemas na entrega final. Em resumo, mantenha sempre sua atenção em todo o período de produção